O fórum "Teologia contemporânea e trânsito religioso no Brasil" congrega alunos do módulo Teologia Contemporânea das Faculdades Integradas da Fama (FAIFA), em Goiânia, Goiás e é coordenado pela profª. Lázara Coelho.

Tags: teologia religioso transito
20/12/2009 21:01
De: Carlos Neves do Nascimento
IP: 189.114.34.153

Transito Religioso

Nesse novo século, tem-se a marca constante de um outro traço da religião na modernidade,  é o trânsito religioso, que consiste no deslocamento dos religiosos por diversos espaços sagrados e/ou crenças religiosas e na prática simultânea de diferentes religiões. Um trânsito que se dá tanto entre as religiões institucionalizadas, quanto entre as religiões e outros sistemas produtores de sentido menos estruturados.  Mais uma vez podemos perceber uma coincidência entre aquilo que estes autores estão apresentando como um traço das formas modernas de crer e as práticas das religiões populares tradicionais. Ou seja, a mesma lógica que subjaz ao trânsito religioso nas modernas formas de crer pode ser encontrada também no campo das religiões populares. A idéia de que os diferentes sistemas religiosos são complementares, e não excludentes, já encontramos no texto de Guimarães Rosa, onde seu personagem afirma que “religião, quanto mais melhor”. Neste sentido, as religiões não estariam em competição entre si, mas se somariam em vista da garantia de uma maior proteção para aqueles que as buscam como resposta à sua aflição. Junta-se a isto a visão recorrente na cultura popular de que as instituições religiosas não esgotam as forças do sagrado. Há algumas dimensões do sagrado que só se realizam para além das fronteiras institucionais. Uma espécie de “sagrado selvagem” que não cabe dentro da ordem ou dos limites que as instituições procuram estabelecer na distinção entre o sagrado e o profano.
12/01/2010 10:25
De: Pauleny Carvalho Barcelos
IP: 187.53.37.208

TEOLOGIA COMTEPORANEA E TRANSITO RELIGIOSO

  Nesse novo século, tem-se a marca constante de um outro traço da religião na modernidade,  é o trânsito religioso, que consiste no deslocamento dos religiosos por diversos espaços sagrados e/ou crenças religiosas e na prática simultânea de diferentes religiões. Um trânsito que se dá tanto entre as religiões institucionalizadas, quanto entre as religiões e outros sistemas produtores de sentido menos estruturados.  Mais uma vez podemos perceber uma coincidência entre aquilo que estes autores estão apresentando como um traço das formas modernas de crer e as práticas das religiões populares tradicionais. Ou seja, a mesma lógica que subjaz ao trânsito religioso nas modernas formas de crer pode ser encontrada também no campo das religiões populares. A idéia de que os diferentes sistemas religiosos são complementares, e não excludentes, já encontramos no texto de Guimarães Rosa, onde seu personagem afirma que religião, quanto mais melhor.E isso tem se expandido,ou seja pessoas tem se transitado de um lado para o outro,mudando de igreja,de religiao,e ate mesmo de crenças...
28/06/2010 16:58
De: Lázara Coelho
IP: 201.86.187.64

Re: Trânsito Religioso

Boa tarde, prof. Hélio. Você tem razão: a Rede Record de Televisão e as igrejas, em geral, não podem se esquecer... jamais: "A liberdade religiosa não pode ser confundida com livre concorrência". Ah, um bom tema para TCC é esse! Falando nisso, que diferença essencial há entre "liberdade religiosa" e "livre concorrência"? E provoco: além da Declaração Universal dos Direitos Humanos, que outro documento temos que garante essa liberdade? Que texto bíblico temos? E nossa Constituição (ver Leis que tramitam no Congresso e que contrariam a liberdade religiosa em: http://shelldon.musicblog.com.br/249706/LEIS-QUE-TRAMITAM-EM-BRASILIA-CONTRARIAS-A-IGREJA-EVANGELICA/), hen? Você acha que já está se desenhando nos céus do Brasil uma certa "perseguição religiosa branca"?
03/07/2010 10:16
De: Lázara Coelho
IP: 189.27.122.64

Re: Re: Teologia contemporânea, uma visão panorâmica

Olá, Elias. Sua colocação sobre a primazia das Escrituras fundamentando a Teologia como base para combater "as heresias e para discernir, orientar, julgar qualquer pensamento teológico" é mesmo salutar. Você está certíssimo: não há outra base para esse julgamento: a razão? Deve estar submissa à autoridade da Palavra de Deus para que possa ter legitimidade para julgar o pensamento teológico. Você está certo! Lázara Coelho.
03/07/2010 09:46
De: Lázara Coelho
IP: 189.27.122.64

Re: Trânsito Religioso

Olá, prof. Hélio. Esta é minha terceira resposta (parece que não consegui registrar as demais!), e espero desta vez estar melhor adaptada ao sistema operacional de Inforum. Devo observar que a inserção da pesquisa de mercado no âmbito da discussão tornou-a mais clara e a enriqueceu bastante; que a frase conclusiva "A liberdade religiosa não pode ser confundida com livre concorrência" também foi muito interessante e nesse sentido fico cada vez mais certa que devemos delimitar a semântica dos termos, como "liberdade religiosa" e "livre concorrência", para que o público cristão saiba de que "coisa" estamos falando (aliás, é público e notório que cada "tradição evangélica", leia-se "cada movimento evangélico", usa os termos ortodoxos tradicionais do Cristianismo com sentidos diversos, próprios!); e que sua observação quanto à motivação dos católicos para a pesquisa em torno do trânsito religioso deve, agora, ser a nossa, pois somos vítimas dessa escalada da infidelidade denominacional tanto quanto eles! Lázara Coelho.
25/12/2009 13:11
De: ELIZABETE CAMARGO MACHADO
IP: 201.88.18.86

TEOLOGIA CONTEMPORÂNIA E TRANSITO RELIGIOSO.

Na sociedade moderna em que vivemos fica claro que e preciso uma nova reforma dentro da reforma protestante, assim diz o autor  que o pensamento teologico moderno atual e os rumos e tendencias determinados pelo pensamento teologico protestante ele determina limites a teologia comtemporanea em dois conjuntos:O campo religioso sofreu grandes transformaçoes nos ultimos tempos, com tantas opçoes, isso tem causado a migraçao de crenças religiosas,para entendermos realmente o que esta ocorrendo nos arraias teologico protestante temos que voltarmos as nossas origens.
Entretanto,concordo com Oadim Salum quando ele diz que toda reflexao doutrinaria sob o dominio da fé, é sustentada pela palavra de Deus.
Nada acrescentareis a palavra que vos mando, nem diminuireis dela, para que guardeis os mandamentos do Senhor, vosso Deus, que eu vos mando.  Deuteronomio 4.2
Deus zela pela sua palavra, nao torce a palavra. A palavra por si so ja fala tudo, o bom acrscentador vive a palavra, come a palavra. Paulo diz: que o viver para nos e cristo mas o morrer e lucro.
20/12/2009 21:05
De: Eronildes Pedro Lima
IP: 189.114.34.153

Teologia Contemporanea e Transito Religioso

O grande movimento de migração no campo religioso brasileiro que se observa nas últimas décadas, e a excessiva busca por novas alternativas religiosas, assim como sua intensa fragmentação institucional refletem de alguma forma as transformações ocorridas neste campo. O perfil dos fiéis em trânsito são aqueles que estão vivendo em situações limites, à procura dessa esperança concretizada, da antecipação desse futuro promissor, mágico. Por várias vezes ouvimos entre os fiéis da Igreja a repetição de frases prontas escritas pelos líderes nos envelopes de dízimos, jornais, sites e campanhas do tipo: Dupla honra; A Força de Deus; Deus mudará sua sorte; Domingo dos milagres; Portas Abertas, todas elas frases que estimulam o fiel a permanecer em busca da sua virada, assim como no chamamento de outros adeptos. Talvez não exista em outros lugares um trânsito religioso tão acentuado como aqui na América Latina, mas existe a deserção. Deserta-se de ser cristão. Parece que Deus não é necessário. Troca-se Deus pelo ídolo. O ídolo é aquilo que se constrói. O que se está procurando? É o bem-estar, é o prazer, é o possuir, é o poder? Muitos fazem disso o ídolo de sua vida. Acho que ser cristão hoje parece ser algo proveniente do subjetivismo, do relativismo, do individualismo. Ser cristão é abertura para o outro, é fraternidade, é solidariedade e, dentro disso, é o perdão.
15/01/2010 00:34
De: Valdir Pedro da Silva
IP: 201.25.76.190

Teologia Contemporânea, uma janela para se ver e compreender.

             concordo com o professor Oadi Salum, quandi diz; para entender a teologia contemporânea não basta apenas querer entendê-la, é preciso analisar o pensamento teológico moderno em dois aspecto: o atual; pois seria impossivel compreender o contemporâneo sem crivelar o atual de maneira suscinta e pormenorizada, obtendo perfeita compreensão do pensamento moderno, de certa forma compreender a teologia contemporanea é entender o nosso contexto religioso teologico nas suas influências, com seus raios de ações e seus significados, que já chegaram até nós e nossos fihos. Por outro lado não devemos ignorar as tendências já determinadas pelo pensamento protestantes; não devemos ater como irrelevante, o contexto histórico da teologia protestante, até porque protestar é contestar, refutar alguma coisa de certa importancia, pois quando é insignificante não vale a pena protestar, vale a pena aferir os pontos de relevancia desta reforma com protesto,isto é, ir a raiz, chegar no poço, conhecer as origem; pois  a reforma objetivava resgatar a vedadeira orotodoxia que havia sido ofuscada, a reforma era a volta as origem de se submeter a autoridade da Bíblia, como a perfeita Palavra de Deus.  
          Dai então, a razão que a teologia contemporanea, precisa ser vista como uma janela a ser compreendida, entender que o pensamento teologico precisa passar pelo crivo da autoridade da palavra de Deus, entendendo que as coisa mudaram para o modermo, pós-moderno, mas a bíblia não mudou, ainda continua sendo a mesma.              
                   
10/01/10 T. Cont.
18/02/2014 19:06
De: Pr. Junior (prjunior1@outlook.com)
IP: 201.23.163.96

Respostas - Pastor - Bacharel - Missiologia - Mestrado - Fac. Gospel.

Precisando das respostas dos cursos de Pastor e Bacharel em teologia?       
Me mande um e-mail solicitando qual curso vc está com dificuldade.       
Eu te ajudo!!!       
A paz a todos.       
Pr. Junior + do q. 1 amigo, 1 irmão!       
                                                        "Atenção"       
Favor contatar somente direto pelo meu e-mail: prjunior1@outlook.com       
Não contate pelo inforum.       
Obrigado.
29/12/2009 10:05
De: Sandra Maris Correa
IP: 187.52.118.136

Teologia Contemporanea e o Transito Religioso no Brasil.

A religião hoje, no Brasil, parece ter perdido o seu real sentido de “religar o homem a Deus”, para se tornar campo de pesquisa, onde o homem transita de uma religião para outra, como se fosse “peixe pescado em aquário”. É intrigante observar a aglomeração de pessoas defendendo o amor, a santidade, o perdão, a união, a obediência com tanta convicção e determinação que, conseguem converter e atrair muitos novos seguidores a trilhar esse caminho, convencidos de que estão no lugar certo com as pessoas certas. Até que, de maneira abrupta e instantânea, algo acontece e a união, amor, submissão são substituídos pelo sentimento de protesto que gera divisão, separação e o inicio de outro aglomerado de pessoas defendendo os mesmos interesses e atitudes só que com um líder diferente. Diante dessa realidade caótica, me pego a indagar se não estamos colhendo os frutos dos protestos e reformas feitas num passado não tão distante. Sinto-me atraída pelo grupo que, em numero sempre menor ao que protesta algo, permanece fiel, observando tudo e retendo o que é bom. Entender o grupo dos que protestam e o grupo dos que permanecem é algo extremamente difícil, pois, todos os dois grupos se utilizam das verdades contidas na Palavra de Deus só que, com interpretações distintas, o que, no meu ponto de vista, tem causado esse fluxo de pessoas indo e vindo no campo religioso à procura de um lugar seguro que os garanta a certeza da vida eterna.  Para mim, somente Jesus Cristo é o caminho, a verdade e a vida e, é na sua Palavra que encontro o conselho útil e a direção segura a seguir, o que independe dos grupos, dos movimentos, dos pensamentos e dos líderes religiosos que surgem ao longo do caminhar, pois, a sua Palavra é a verdade que permanece para sempre.
28/06/2010 16:13
De: Lázara Coelho
IP: 201.86.187.64

Re: Teologia Contemporânea

Olá, José Aderbal. Concordo com você, sua posição. Ah, e sua pergunta permance: "A lição aprendida é que podemos  aprender com os erros do passado para não errarmos no presente e nem no futuro; mas, que cuidados temos tomado para que isto seja verdade nos dias de hoje?" Lázara Coelho.
16/11/2010 21:25
De: Valdelice Xavier de Sousa
IP: 187.116.229.86

A Teologia Contemporânea e o Trânsito Religioso no Brasil

Um dos traços da religião na modernidade é o transito religioso que consiste no deslocamento dos atores religiosos por diversos espaços sagrados e ou crenças religiosas e na prática simultânea de diferentes religiões. Um trânsito que se dá tanto entre as religiões institucionalizadas, quanto entre as religiões e outros sistemas produtores de sentido menos estruturados. O Campo religioso passou a incluir, neste final de milênio, além das religiões estruturadas um grande número de sistemas de orientação espiritual, ecológica, terapêutica ou psicológica. A mesma lógica que subjaz ao transito religioso nas modernas formas de crer pode ser encontrada também no campo das religiões populares. Isso se ocorre também porque os diferentes sistemas religiosos são complementares, e não excludentes.
Coelho revisa a tese do trânsito religioso como movimento de mão dupla, como também as transformações daí decorrentes no tempo e no espaço de diversas pertenças religiosas, das crenças e práticas reelaboradas nesse processo de justaposições. Mediante revisão bibliográfica apresenta os resultados de sua abordagem: revisão da literatura, revisão de história, revisão do perfil religioso e revisão da análise.
Coelho ressalta que o transito religioso é um fenômeno com dimensão também dupla: a primeira é evidenciada no novo cenário religioso desenhado pelos últimos Censos Demográficos (IBGE). Que em seus números muda a identidade religiosa “católica” do brasileiro. A segunda dimensão pode ser sintetizada na nova identidade religiosa do brasileiro que não pode mais ser dita ortodoxa. Há intenso transito de idéias caracterizado por um distanciamento da ortodoxia cristã, católica e protestante, e conseqüente redirecionamento da pratica religiosa, num primeiro momento, em favor de uma heterodoxia, e, num segundo, de um sincretismo religioso.
O termo trânsito religioso pode ser novo em meu vocabulário, em linguagem local, sempre usava o termo “rotatividade” para designar o “entra e sai” dos membros locais. Em determinados setores em poucos anos podemos verificar a presença de um novo povo na mesma igreja e aqueles antes em outros lugares. O fato leva-nos a rever a nossa prática pastoral, firmando nos princípios eternos da Escrituras Sagradas seguido o modelo de Jesus Cristo.
20/12/2009 16:10
De: Mirian Cândida de Amorim Rocha
IP: 189.31.47.173

Teologia contemporanea

“Nós cristãos com pensamentos e opiniões diversas quanto ao arauto do liberalismo, ou aquele outro ardoroso fundamentalista, ou, ainda, tantos outros que oscilam entre esses dois pólos, o importante é que nenhum deles permaneça alheio ao estudioso dessa área. Os teólogos fiéis e submissos à Palavra fortalecem nossa fé e a tornam mais adulta e vigorosa.”
Com a reforma a Igreja Protestante combateu varias heresias, a volta aos os princípios cristãos verdadeiros e uma teologia alicerçada nas escrituras.  Tanto Luthero como Calvino defendiam a necessidade da utilização das escrituras como fonte para compreender, discernir, aceitar, orientar, julgar e refutar todo o pensamento teológico e doutrinas praticadas pela própria igreja. É necessário que resgatemos os princípios básicos da Reforma: "Sola Fide; Sola Gratia; Sola Scriptura; Sola Christus". Toda a teologia, mesmo a defendida por Luthero e Calvino devem passar pelo crivo das escrituras.
Teólogos, professores, pastores e pessoas que negam a inerrância da Bíblia, negando-a como palavra de Deus. Precisamos regressar à Palavra de Deus, fazendo dela nossa única regra de fé, prática.
A teologia dos reformadores afirma que toda reflexão doutrinária sob o domínio da fé sustenta-se na autoridade absoluta da Palavra de Deus.
A partir de então, a teologia passou a ter como ponto referencial o pensamento dos reformadores, pela aceitação, ou pela rejeição dos seus pontos basilares. As correntes teológicas mais próximas de nós no tempo e no espaço são definidas de acordo com o posicionamento analítico-crítico que assumem em relação aos grandes “solas” da teologia reformada: sola Scriptura (Só a escritura), sola fide (Só a fé), sola gratia (Só a graça), solus Christus (Só Cristo), coroados pela exultante doxologia que emana do reconhecimento humilde da soberania absoluta de Deus, expressa pelo “soli Deo gloria”!
Nos tempos atuais abre-se ilimitado espaço para a inserção de “teologias” para todos os gostos e tendências subjetivas; aqui estão: Teologia da revolução, da secularização, lúdica, política, dialética, feminista, do negro, da libertação, do paradoxo, da crise, da esperança, liberal, fundamentalista, ortodoxa, neo-calvinista, e até mesmo uma teologia da morte de Deus! Neste cipoal inextricável, confuso, caótico, a teologia reformada que se apóia no inamovível fundamento da soberana Palavra de Deus desfruta do dever imperativo de fazer ouvir a sua voz crítica e orientadora e, assim, indicar o reto caminho em meio às encruzilhadas convidativas, mas perigosas a que todos estamos expostos.
De Charles Hodge a Paul Tillich
É fácil e ao mesmo tempo delicado citar os nomes que mais se destacam na teologia contemporânea. A subjetividade do tema o complica. Um grupo é marcado pela presença de eminentes teólogos clássicos do protestantismo que se firmaram numa linha calvinista, de fidelidade sem reservas às Escrituras Sagradas. O outro grupo não apresenta uma linha de pensamento teológico uniforme, nem quanto aos aspectos capitais da fé cristã. Daí, a necessidade imperiosa de entender a elaboração teológica de cada um sob o crivo das Escrituras Sagradas.
Apesar de discutirmos vários pensamentos e opiniões esquecemos muitas das vezes que Jesus Cristo de Nazaré tinha somente uma visão demonstra aquilo que sempre foi e é a Verdade.
A verdade que nos liberta de muitas teologias enganosas e fragilizadas por opiniões de homem que são sujeitos a falhar constantemente, esses por sua vez esquecem que daremos conta de tudo diante de Deus não só dos nossos pensamentos como também de nossas ações.
Sem duvida alguma creio que Deus e o Altíssimo que governa o reino dos homens com precisão e poder.
03/01/2014 12:14
De: Pr. Junior (prjunior1@outlook.com)
IP: 201.23.176.224

Respostas - Pastor - Bacharel - Missiologia - Mestrado - Fac. Gospel.

Precisando de respostas dos cursos de Pastor e Bacharel da Faculdade Gospel???  
Então você não vai perder essa grande promoção!!!  
São dois questionários no valor de um. É isso mesmo, dois questionários no valor de um.  
Na adesão do questionário de Pastor você leva de presente o questionário de Bacharel totalmente grátis!!!  
Promoção válida de 1 de dezembro de 2013 até 31 de janeiro de 2014.  
Para o questionário de Bacharel descontos especiais.  
Não perca mais tempo procurando, venha e faça-nos uma visita e comprove nossas promoções imperdíveis de fim de ano.  
Esperamos por você!!!  
Fiquem na paz e bom final de ano a todos!!!  
03/07/2010 10:09
De: Lázara Coelho
IP: 189.27.122.64

Re: TEOLOGIA CONTEMPORÂNIA E TRANSITO RELIGIOSO.

Olá, Elizabeth. Vejo seu zelo com a Palavra de Deus como norteadora da Teologia. Quando você citou o prof. Oadi Salum, afirmando que "toda reflexão doutrinária sob o domínio da fé é sustentada pela Palavra de Deus", me fez lembrar os poucos defensores de um fundamento escriturístico para embasar tudo em sua luta quase solitária contra a multidão de defensores de um fundamento popular para a teologia. Lázara Coelho.
Seu IP: 3.219.167.194 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)